29 de dez de 2008

E se a vida fosse...

29 de dez de 2008

uma obra de arte?

Deixariamos na tela a tristeza humana, seus medos, desilusões e decepções. Usaríamos preto, cinza, um azul da cor da angústia para representar as lágrimas, as núvens escuras.
Representariamos a natureza, com muito verde, em tons escuros para as árvores, e claros para as folhas caídas no chão.
No alto, em dias de sol, um azul claro para cortornar o céu, e um mais escuro para o cair da tarde, já com o crepúsculo desenhado no fundo branco.
Para representar o amor, o vermelho escuro, cor de sangue, o sangue que passa no coração, mantendo-o vivo, e juntamente o amor nele depositado. A mulher lembra o rosa. Uma cor leve, suave, e próxima do vermelho. A mulher representa o amor, nada mais justo uma cor próxima do mesmo.
Podemos pintar os quadros de nossas vidas com qualquer cor. A aquarela na verdade é nossa mente e coração, que passam para a ponta dos dedos exatamente o que vivemos, e de que forma queremos tais momentos representados.
Não existe curso para pintar a vida. Basta tinta, e estar vivo.
Eu já aprendi a diferenciar o azul do cinza...

to you.

0 comentários:

 
◄Design by Pocket, BlogBulk Blogger Templates