10 de ago de 2007

Lição de Felicidade

10 de ago de 2007
A estrada é ruim. Mas o carro vai ultrapassado os obstáculos, as curvas e buracos.
Avista uma porteira, daquelas rústicas, que nunca fora trocada um dia. Com a madeira consumida pelo cupim, macia de tão podre.
O carro entra, a porteira se fecha, um estrondo que ecoa mata adentro.
Desce do carro, e observa aquele lugar. Estava frio, ele se agasalha. Dentro do carro estava melhor.
Anda com seus sapatos caros, agora sujos de terra. Avista uma casinha pequena, com uma espécie de segundo andar, que mais parecia uma torre de igreja.
Um senhor, de barba grande e branca e um livro na mão se aproxima. E pergunta:
- Posso ajudar? - indaga o velho.
- Me disseram que aqui eu encontraria a felicidade. O senhor pode me dar?
- Sua felicidade não está nas minhas mãos. Esta nas suas mesmo!
- Como? Se não a exergo?
- Na verdade todos insistimos em não exergar. Pois todos consideram a felicidade aquilo que se quer. Na verdade, a felicidade está naquilo que se tem. A partir do que voce já tem e te faz feliz, é que buscamos o que faltar.
- Mas como se faz isso, meu senhor?
- Ah, isso é muito simples! Acorde pela manhã, sinta-se feliz por mais um dia de vida que Deus lhe deu. Mais uma chance de ser feliz. Sorria! Diga que ama todas pessoas que amar.
Faça o que tem que fazer com alegria e amor, da melhor forma. E quando algo te chatear, te fazer pensar em desistir, lembre-se: voce terá o dia seguinte!
- Obrigado... Acho que posso ser feliz - disse o jovem sorrindo.
- Claro que pode! Todos podem!



0 comentários:

 
◄Design by Pocket, BlogBulk Blogger Templates