20 de jan de 2007

Roda viva do mundo

20 de jan de 2007

Caminho a noite pelas ruas escuras e frias. Apresso o passo quando
sinto as primeiras gotas de chuva caírem.
Decido parar alí perto, em um aconchegante bar.
Me assento num banco e peço um chocolate quente.
Na TV o telejornal passa sem que ninguém alí desse atenção.
Atrás de mim, as três mesas estavam ocupadas.
Na primeira, junto a porta, um homem bem agasalhado se embebeda, após
uma discussão com seu único filho.
Na mesa ao centro, um casal brinda o amor nascente entre eles.
Naquela perto da janela, dois amigos conversavam animadamente. Eles
não se encontravam havia anos.
Eu? Sozinho, bebi meu chocolate, paguei ao senhor atrás do balcão,
assisto a ultima notícia, e saio, sem ninguém notar.
Já não chove.
Vou até o jornaleiro na estação.
Um mendigo me pede esmolas. Dei-lhe o troco das revistas.
Aceno para o ônibus, entro, digo boa noite ao motorista e a uma
simpática senhora.
Vou pra casa dormir, ler, pensar.
Tanta simplicidade. Tantas singularidades.
Tanta vida junta, numa só vida!

0 comentários:

 
◄Design by Pocket, BlogBulk Blogger Templates