16 de jan de 2007

Intensas sensações e vontades

16 de jan de 2007
Vejo fotos, todo tempo. Tantos lugares, tantas formas, climas,
imagens, tanta coisa junta.
Minha incapacidade de voar faz com que eu me sinta as vezes
acorrentado á uma árvore, preso em uma gaiola.
É sonhar em demasia desejar estar em todos lugares, ao mesmo
tempo. Lugares que te façam sonhar, pensar em algo bom,
acreditar em perspectivas, visualizar novo mundo e chance de
viver. Tudo é tão complexo, que assusta.
Bastava estar em um lugar, em determinados momentos.
Num forte súbito de liberdade, correr por um jardim imenso,
atravessando árvores e pessoas sentadas na grama.
Em um momento de tristeza e desesperança, recostar numa sacada
em meio a edifícios e ruas cheias de gente e vida. E alí ver que posso
andar junto com os ponteiros do relógio.
No momento da brisa do amor tocando meu coração, desejava estar
numa balsa, em um lago á noite, iluminado por luzes ao longe, do lado
dela, e ninguém mais. Abraça-la, dizer que a amo,
sentir o calor do corpo dela junto ao meu, nos aquecendo frente ao frio
que faz.
Esquecer do mundo, esquecer de tudo, menos dela. Ter a nítida e
única sensação, de que não me falta mais nada.
O sofrimento por vezes é causado pela impossibilidade de sentir
certas coisas, por diversas causas.
Que a vida me presenteie, seja quando e onde for, com essas
maiores demonstrações de vida!
Afinal, vivemos apenas para viver.
Pena esquecermos disso, quase sempre!

Obs: estou sem computador, por isso mal consigo atualizar, e sinto muito não poder visitar todos voces, que escrevem coisas que amo ler e me fazem entender mais sobre a vida! Sempre que possível aparecerei! Abraços!

0 comentários:

 
◄Design by Pocket, BlogBulk Blogger Templates