28 de jan de 2007

Abstrato?

28 de jan de 2007

Boa tarde! Quantas horas?
É hora de sair correndo antes que o imprevisto te pegue.
Ele está por aí, acredite.
Vejamos: todo dia ligamos a TV, assistimos aos mesmos
jornais, que nos informam as mesmas notícias. Estranho sabermos
de novo tudo que já sabemos. Ah, esqueça. Não lembre!
Certas horas tudo gira em torno da mente de formas malucas,
que nunca haviamos experimentado. Será a beira da loucura?
O que é a loucura? Me desculpe, Erasmo, não entendi, mas já vivi.
Tudo o que precisava era de uma rua extensa sem declives para correr,
correr e correr. Sem tropeços, obstaculos.
Chega de imitar a vida vivendo. Eu só quero correr sem machucar.
Quero andar mais depressa, mesmo já o fazendo cotidianamente.
Deixa ao menos sentir o sangue correndo nas veias enquanto corro
nas ruas. É tudo um equilibrio, nada muda.
Aliás, tudo é tão igual, sempre.
Até aquele homem que sempre corre de alguma coisa todo dia, na esquina
da cooperativa. Um dia corre do cachorro, outro da mulher.
Não estará ele correndo dele mesmo, infeliz?
Basta. Volte lucidez. Quero ser normal?
E em um coro de risadas, se encerra essa louca brincadeira!

0 comentários:

 
◄Design by Pocket, BlogBulk Blogger Templates