30 de mar de 2010

Saindo do eixo

30 de mar de 2010

Pobre perdido por aí. Veio de longe se achar em algum lugar. Corre, vira, tropeça e aumenta o passo da perna. Pra que tanto papel? A folha voa com o vento que venta por todo recinto. O recinto é grande e deixa gente, lixo e bicho pra trás. Respira, respira, respira, para. De andar, respira. No segundo andar olha o homem olhando pro primeiro andar. Nem percebe ele que ninguém o espera, que nada está marcado pra ele. Mas que faz ele então? Saiu correndo pulando da cama, só pegou o papel e foi encontrar o velho que prometeu a ele. Não tinha velho, nem novo. Tinha a velha mania de enganar o homem, que nem lhe fez nada. O pobre volta pra casa, vai casar e quer jogar o papel fora, e daqui em diante, só vai falar.

2 comentários:

Colecionadora de Memórias

Excelente; poucas foram as vezes que li algo tão bem ritmado.

Tunic style linen shirts

This article is very interesting, the writing is very vivid, very pleasant surprise pole; At this point, I do not know what I want to describe. At least the next year or so for his college fund contribution, I get a university degree.

 
◄Design by Pocket, BlogBulk Blogger Templates