22 de mar de 2008

Poema da Noite

22 de mar de 2008

Sinta...ela chegou
Com a graça de ser única
Com a modéstia de ser perfeita
Lenta...envolvente
Encanta e assusta

Quando tudo é escuro lá fora
Parece ficar claro, aqui dentro
Basta olhar o sol se pôr
E ver a noite chegar

Perigosa, misteriosa
Cheia de segredos
Cheia de paredes nas ruas
Olhos brilhando aos cantos
Olhando pra voce

Nem todos são da noite
Alguns não são de tempo algum
Outros preferem a clareza do sol
À olhar pro escuro, por medo
Pois é na escuridão da noite
Quando realmente nos conhecemos

As lágrimas correm
A chuva é fria, gélida
O calor é sufocante
Um segundo, um instante
A noite nos lembra...
Somos humanos!

E voces?
São da noite?
Ou de tempo algum?

0 comentários:

 
◄Design by Pocket, BlogBulk Blogger Templates