16 de abr de 2006

Vida Louca!

16 de abr de 2006
A capacidade de mudar de humor rapidamente, de sentir tantas coisas juntas, de olhar tantas coisas e tirar tantas coisas do que se ve me assusta.
Ao mesmo tempo que se está tranquilo, alguma coisa acontece e o bom humor vai embora, assim como tem sido constante me nutrir de esperança e expectativa em torno da vida quando se está mal.
Os dias passam e cada situação nos remete a algo novo, onde podemos explorar ao máximo aquilo que se está vivendo, seja com finalidade de se divertir, se descobrir, ou o que quer que seja.
Numa conversa com um amigo, onde falávamos de coisas que sentimos e nos fazem sofrer, acabei por chegar a conclusão de que não sentimos nada para sofrer posteriormente. O sofrimento e a tristeza vem de acordo com as consequencias da forma que implantamos o sentir na vida. Se queremos ficar tristes, é muito fácil ficarmos, mas o difícil é ter animo e força de vontade para encontrar forças pra sorrir, e tentar minimizar os efeitos de algo maior que por ventura esteja a nos consumir. O modo de viver de cada um descreve sua capacidade de entender as coisas e superar aquilo que esteja lhe fazendo mal. Esquecer é impossível, conviver e aceitar é o mais lúcido. Tenho seguido, ou tentando seguir a segunda opção!

8 comentários:

Olá!
É, às vezes eu tento ver a vida como você disse, tentando sorrir mesmo quando não há motivos para isso (na verdade, acredito que sempre existam motivos, eu é que não sei ver direito). Eu preciso aprender a viver...

Gostei muito do seu blog...História é uma das minhas paixões, logo todo blog com conteúdo será bem-vindo! Favoritado! E amanhã já vou te linkar (hj tô cansada demais!)...

Cissa

ando descobrindo que estado de espírito depende muito mais do que a gte quer pra gente, do que o que anda acontecendo por aí.

=*

Raphael

Cara, é o tal negócio: o ser humano idealiza uma vida perfeita, livre de infortúnios e sofrimentos de qualquer espécie. Isso é utopia.
Sabe-se apenas que as pessoas lidam de maneira diferente com os mais diversos problemas, eu por exemplo, prefiro atentar à curiosa consulta médica que tive do que necessariamente aos meus problemas.
É alienação? É! Mas quem disse que eu quero sempre me prender à realidade?!
Be happy, get fuck! :)

Elfa_Negra

"...o difícil é ter ânimo e força de vontade para encontrar forças pra sorrir e tentar minimizar os efeitos de algo maior, que por ventura, esteja a nos consumir..."

Difícil... Extremamente difícil. Talvez, imporSSível.
o.O
ESSa tal "força de vontade" que mencionas no texto, eu acho q já não poSSuo tanto. Mas, aSSim eu sigo, tentando e aprendendo com os tapas que levo deSSa vidinha =}~

----

Tive um sonho ctg... Muito bom até =X
Depois te conto td, com detalhes, etc e tal

bjos neSSe cuzinho gostoso
=@@@@@@@@@@@@@@@@@~

A Princesa

Bom, eu sou muito suspeita pra falar nisso, mudo de humor com uma facilidade incrível e acredite, tem gente que perde a paciência.
Faz parte da minha personalidade, da minha tpm ou sei lá do que.
Mas de um sorriso pruma lágrima é um segundo. :~

se cuida *:

Priscila Pinheiro

sofremos por causa das expectativas que nós mesmos criamos. Mas veja pelo lado bom (lá vem A otimista...): se ninguém sofre, que valor tem a alegria e plenitude de espírito?

lara

Oie...Adorei também o seu blog...posso add o link ao meu????(muito inteligente)
...Creio que essa capacidade de se angustiar somente pensando é característica de pessoas que estudam ciências humana, não acha não??Eu fiz Geografia e quase todo mundo por lá ( da filosofia, geografia e história) era assim também...
Bjim e T+

Luis carlos

Esse negocio da vida é muito dificil, pois cada um tem sua vida, problemas diferentes, mentes diferentes e equivaler isso não dá, o negocio certo é tentar viver da melhor forma, e chegar lá!
some não amigo!

 
◄Design by Pocket, BlogBulk Blogger Templates